Gadget 1

Leia mais Expoflora 2018 - Holambra

Gadget 2

Leia mais Lugares para visitar no Bairro da Liberdade
Leia mais Criei um brechó online

Um milhão de finais felizes - Vitor Martins

Um milhão de finais felizes foi escrito por Vitor Martins, publicado pela Globo Alt e possui 352 páginas.

Eu não sei se vocês conhecem o Vitor Martins, mas ele é ilustrador e escritor, inclusive já teve um outro livro públicado (resenha aqui) e eu adoro qualquer coisa que ele escreve ou desenha. 

Aqui nesse livro a gente acompanha a história de Jonas que terminou os estudos e trabalha numa cafeteria bem estilo Starbucks na Avenida Paulista. O Rocket Café é simplesmente incrível porque é uma cafeteria temática de galáxia e coisas do tipo, ele trabalha com um avental holográfico e um dos produtos mais pedidos de lá é o meteoro de queijo que é um simples pão de queijo mas parece ser mil vezes melhor só por ter esse nome.

Jonas é gay e tem uma família bem religiosa então a gente sabe que vai rolar algum conflito em algum momento na história. Sua mãe é extremamente evangélica e e o tempo todo Jonas se sente cupado por ter largado a igrejae por inventar desculpas para não ir mais. Seu pai é um homem machista e babaca então o clima da casa dele não é dos melhores. Mas ele encontra conforto nos amigos Daniel, Karina e Isa que estão ali em qualquer momento que ele precisar. 

Mas também tem o Arthur que é um ruivo bonitão que aparece no café e ele simplesmente não consegue esquecer o cara. Até cria uma fanfic de Piratas Gays onde os personagens são quem? Ele mesmo e o ruivo bonitão. Acho que não posso contar mais do que isso, mas é basicamente essa a trama da história. 


Eu adorei o livro porque ele é muito bem escrito e bem divertido. Apesar do ~climão~ e de todas as inseguranças de Jonas, eu me vi rindo e até me identifiquei em alguns momentos da história. Os amigos dele também são muito parecidos com amigos ou pessoas que eu já conheci então eu me senti lendo uma história que eu mesma poderia facilmente fazer parte. 

A parte da fanfic também é muito boa e me lembrou muito de Fangirl onde a personagem principal cria um outro dentro dentro do próprio livro. Essa fanfic da Rainbow Rowell foi tão boa que depois de um tempo ela escreveu um livro inteiro dedicado a ela, e eu espero que isso também aconteça com o Vitor. 

Eu só posso recomendar esse livro e dizer: LEIAM! É muito fofo, divertido e ainda aborda um tema que mesmo sendo muito discutido nos dias de hoje, ainda é um tabu ou um grande problema. Como essa coisa de ser gay e ter uma família super relogiosa, não fazer faculdade ou então questões internas que todos nós enfrentamos que as vezes basta só um empurrãozinho para serem resolvidas. 

Acompanhe também no: