Gadget 1

Leia mais Expoflora 2018 - Holambra

Gadget 2

Leia mais Lugares para visitar no Bairro da Liberdade
Leia mais Criei um brechó online

Quando eu percebi que estava acumulando coisas


Eu sempre fui do tipo de pessoa que guarda as coisas e quanto mais melhor, afinal, melhor sobrar do que faltar. Quando eu era criança eu tinha uma gaveta só de papelaria e lá tinha lápis, canetas, borrachas, folhas, cadernos extras e talvez aquilo já tenha sido um indício de que eu era um pouco acumuladora.

Cresci e continuei querendo ter coisas e um exemplo disso são os livros. Logo quando eu comecei a me interessar pela leitura, eu também comecei a acompanhar blogs literários e as pessoas tinham MUITOS livros. Aquela estante maravilhosa que não sobrava um quadradinho em branco e eu comecei a achar que eu também devia ter uma estante daquela. Comecei o blog e então minha estante começou a aumentar até chegar num estágio onde não tinha mais espaço para colocar um livro se quer. 

Hoje meu pensamento mudou e eu estou deixando de comprar muita coisa por que a maioria das coisas que eu comprava eram inúteis ou só acumulavam espaço. Não tenho um estilo de vida minimalista mas tenho feito algumas coisas para diminuir essa necessidade de consumo desenfreado:

  • Faço doação de roupas
  • Não compro mais livros só porque eles estão em promoção
  • Tento não cair na tentação das propagandas e comprar coisas que eu não preciso.

Depois que eu vi os vídeos da Marielli sobre minimalismo eu comecei a pensar bastante sobre o assunto e tenho feito essas coisas de cima para não acabar só gastando dinheiro e acumulando coisas.

Doar roupas sempre foi uma coisa que eu gostei muito de fazer. De tempos em tempos eu acabo separando peças que eu não gosto mais, que não servem ou que já não fazem mais meu estilo e ajudo pessoas necessitadas que moram perto de mim.

Já na parte de compras: acho que tenho que comportado bem. Tem muitas coisas que eu quero, mas no geral eu compro só aquilo que eu preciso. Faz muito tempo que eu não compro livros e tenho dado prioridade aos livros esquecidos da estante. Isso vale para os mangás, eu sempre quero colecionar vários e hoje eu já penso em qual vale a pena ou não ter. Além de economizar espaço, essa atitude está me fazendo economizar dinheiro também. 

A unica coisa que eu ainda gasto muito é com comida mas é algo que eu quero melhorar, ter uma alimentação saudável e não cair tanto na tentação de comer um salgado ou um pedaço de bolo no meio da semana. (mas isso não tem nada a ver com o post)

No geral, acho que estou deixando de ter aquela necessidade de comprar coisas só porque outras pessoas estão falando sobre elas e o mais importante: estou tendo consciência de que não é por que eu QUERO uma coisa que eu PRECISE realmente dela.

Acompanhe também no:

Facebook ♥ Twitter ♥ Instagram ♥ Skoob ♥ Pinterest

  1. Oi Bia!
    Muito bacana essa consciência que vamos tomando com o tempo, né? Eu também passei a pensar mais antes de comprar qualquer coisa (menos com comida, hahaha Eu sempre acho que qualquer valor gasto com comido é um negócio bem feito, hahaha)

    E doar roupas é uma maneira de ajudar outras pessoas e de renovar a energia do nosso guarda roupa :)

    Beeijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu adoro separar coisas para doar ou jogar fora, parece até uma terapia para mim. HAHAHAHA

      E comida é um negócio complicado, né? Sempre que eu saio eu gosto de comer alguma besteirinha e aí adeus dinheiro.

      Excluir
  2. Eu também já fui MUITO mais acumuladora, especialmente no que diz respeito a livros. Hoje em dia eu só guardo um livro se ele realmente me marcou e se eu pretendo lê-lo novamente, por exemplo. Livros médios (e ruins) são doados ou trocados no Skoob, sem dó. :)

    Não Me Mande Flores

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu amo trocar no skoob e também estou fazendo o mesmo. Doando, vendendo e trocando os livros que não são tão especiais assim.

      Excluir
  3. Que bacana saber dessa sua mudança, Bia! Vivemos em uma sociedade que estimula demais o consumismo, conseguir ter autocontrole sobre comprar e acumular é uma grande vitória.
    Mas confesso que sou como você, acabo gastando demais com comida, ainda mais que eu odeio cozinhar e cozinho super mal, rs. Espero que nós duas consigamos nos livrar desse hábito também!

    ResponderExcluir
  4. Olá
    Acho que o maior problema do ser humano é confundir o quero com o preciso. Eu não sou uma pessoa consumista. Eu tenho muitos livros, mas tem quatro anos que não compro nenhum. Eu ganho muitos livros e tenho muitos não lido, então não entendo porque comprar mais. E aprendi a trocar eles. Li, gostei, mas não vou reler, vamos mandar pra outra casa, fazer outra pessoa feliz. Tem uns que guardo a sete chaves? Tem, obviamente, mas aprendi a me desapegar mais. Todos cadernos, adesivos e folhinhas que eu guardava na adolescência, uso tudo hoje. Acho que sã coisas que vem com o tempo. Hoje, tento sempre ter perto de mim somente o que me faz feliz.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também tem um bom tempo que eu não compro e adoro trocar eles no skoob. Agora até separei alguns para vender e acho que hoje eu estou bem mais de boas com isso. Antes até mesmo por conta do blog eu sentia a necessidade de comprar os lançamentos e ter uma estante lotada mesmo que eu não fosse ler todos aqueles livros. Mas consegui me livrar disso. Agora tem coisas que eu preciso melhorar mas estou feliz com essa decisão. :D

      Excluir