Gadget 1

Leia mais Expoflora 2018 - Holambra

Gadget 2

Leia mais Inauguração da Muji em SP, sebo e passeio pelo Sesc Paulista
Leia mais Criei um brechó online

Dias de despedida - Jeff Zentner

Dias de despedida foi escrito por Jeff Zentner, publicado pela Editora Seguinte e possui 392 páginas.

“Cadê vocês? Me respondam!” Essas foram as últimas palavras de Carver para seus amigos. Eles estavam todos no carro e Mars que estava dirigindo perdeu o controle do carro ao ler a mensagem de seu amigo.

Depois dessa mensagem Carver nunca mais foi o mesmo e agora convive com a dor de perder seus três amigos ao mesmo tempo, além de se sentir culpado por tudo que aconteceu.Fora que o pai de Mars que é juiz quer abrir um processo contra ele já que existe uma lei nos Estados Unidos que diz que se você faz alguma coisa sabendo que ela pode resultar em um desastre, você é culpado. E se for pensar dessa maneira Carver devia saber que seu amigo podia olhar a mensagem dele enquanto estava dirigindo.

Coisa que eu discordo totalmente. Se Mars que estava dirigindo leu uma mensagem ao volante é a culpa é só dele e de mais ninguém. 

Mas voltando a falar sobre o livro, eu li ele em leitura conjunta com a Ana do Vivendo entre Palavras e amei cada página dele.


Eu gosto muito de livros trágicos e assim que eu li a sinopse eu soube que gostaria do livro. Teve a FLIPOP em São Paulo e eu vi que o autor viria então eu e a Ana corremos para comprar o livro e ler até o dia do evento e acabamos o livro em 2 dias.

Foi um livro que me tocou muito e eu amei acompanhar os dias de despedidas do livro. Essa ideia de ter um dia de despedida veio da vovó Betsy que era avó de um dos garotos que morreu no acidente e eu não vou falar muito sobre isso mas é de arrepiar. O dia todo consiste em basicamente fazer coisas que ela geralmente faria com neto, só que com Carver e é muito lindo.

Depois que eu li essa parte da vovó eu me desidratei de chorar porque a morte é uma coisa muito louca, né? Eu sempre tiver medo da morte, mas acho que eu tenho mais medo de ver alguém que eu gosto morrendo do que eu mesma. Fiquei pensando muito em quando eu perder meu pai, por exemplo, que é a pessoa que eu sou mais ligada aqui em casa e foi um momento meio tenso ali na leitura.

Mas o livro também tem momentos divertidos em que Carver vai nos mostrando quem era a "trupe do molho" nome do grupinho dele e dos meninos. Eu tinha comentado com a minha amiga que eu estava achando aqueles meninos tão babacas no começo da história, mas ao longo do tempo eu conseguir entender cada um deles e enxergar os motivos para serem assim ou assado. 

Carver foi o que eu menos me conectei durante a história e tem uma cena em que ele é 100% escroto com a Jesmyn que é amiga dele e era ex namorada de um de seus amigos e se eu já não gostava tanto dele assim, eu acabei gostando menos ainda.

Dias de despedida foi uma leitura muito boa mesmo e eu recomendo demais! Mexeu muito comigo e eu fiquei presa em todos os momentos da história. Conhecer mais sobre os meninos, sobre a vovó Betsy que foi a melhor pessoa desse livro e o jeito que terminou também foi muito bom. Acho que não preciso nem dizer que eu recomendo, né?

E como eu tinha dito ali em cima, eu comprei porque o autor viria na FLIPOP e eu consegui pegar autógrafo e conversar um pouquinho com ele sobre o que eu tinha achado do livro. Achei ele muito atencioso e como ele já morou aqui no Brasil ele falava português então foi um alivio para mim poder conversar sem me tremer toda tentando falando inglês, hahaha. :P


Acompanhe também no: