Pin It button on image hover
16 fevereiro 2017

Saudade é aquilo que fica


Sei que a gente já não se fala como antigamente e isso é até compreensível diante das circunstâncias, mas a verdade é que eu sinto falta de você.

As vezes bate aquela vontade de mandar uma mensagem perguntando como foi seu dia ou o que tem acontecido de novo na sua vida. Como também tem dias onde eu quero ligar para você e ouvir sua voz que há muito eu não escuto mais.

Não sei o que anda acontecendo por aí mas aqui tem várias novidades que eu queria compartilhar contigo. Algumas dela você ficou sabendo mas acontece que qualquer coisa que aconteça por menor que seja me vem aquela vontade de sair contando e aí eu lembro que isso seria um pouco estranho. Afinal, estamos indo por caminhos diferentes.

Sexta-feira é o dia que eu mais sinto falta já que era o dia em que eu estava ansiosa para te ver e era quando a gente planejava nosso final de semana. Hoje os finais de semana são em casa vendo Netflix (sim, agora eu assisto mais filmes e arrisquei começar uma série), lendo meus livros fofos e muitas das vezes depressivos, mas tem dias que eu saio e vou em vários daqueles lugares que já fomos e lembro de você.

A verdade é que eu já não sou mais aquela pessoa de antes e alguma coisa me trava na hora de mandar notícias. O que eu faço é responder educadamente suas mensagens enquanto eu queria muito agir como a Beatriz de antes que que se empolgava, enviava memes bestas, links, muitos emojis e coisa e tal. 

Vejo que o que restou foi a saudade e hoje eu acordei com saudade de você. Mas lembrei mais uma vez que estamos indo por caminhos diferentes...

Acompanhe também no:

Facebook ♥ Twitter ♥ Instagram ♥ Skoob

  1. Saudade é um sentimento tão profundo... É difícil lidar!
    Adorei a sinceridade das palavras Bia <3
    Beijos!
    http://colorindonuvens.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Dai. Fico feliz que tenha gostado. ♥

      Excluir
  2. Depois de algumas pessoas que marcam nossa vidas sobram caquinhos, que a gente vez ou outra procura catar, tentar juntar, mas a verdade é que muitos deles se escondem e ficam pra sempre. Porque querendo ou não, de cada pessoa fica um pouquinho pra gente. E serve não só pra ser doído, serve de aprendizado pra quando outras pessoas quiserem também estilhaçar um pouco de nós, a gente aprende a fazer com que da próxima vez não doa tanto.

    Com carinho,
    Conto Paulistano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, amei tudo o que você escreveu! É realmente isso. Juntar os caquinhos e se acostumar que sempre fica um pouco da outra pessoa com a gente. :)

      Excluir
  3. Ai, Beatriz :( Seguir caminhos diferentes é sempre complicado. Abrir mão da amizade, das risadas... Seu texto falou disso muito bem. Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, sim. É bem complicado mesmo mas acho que a gente vai se acostumando, né? :)

      Excluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Que texto lindo! Resume muito a minha antiga amizade. É é realmente assim, quando você percebe que já não é a mesma coisa. Bem triste. E o única coisa que nos restou, foi a saudade.

    Bjos, Marinspira

    ResponderExcluir