10 agosto 2015

À procura de Audrey - Sophie Kinsella


À procura de Audrey foi escrito por Sophie Kinsella, publicado pela Galera Record e possui 336 páginas.

Sophie Kinsella é a diva dos chick-lits mas dessa vez ela resolveu escrever um livro voltado para o público jovem adulto e posso dizer que ela mandou muito bem. O livro apesar de se tratar de um assunto sério está leve e cheio de humor. 

Audrey sofre de depressão e crises de ansiedade devido ao bullying que sofreu na escola e agora que não frequenta mais a escola passa seu tempo todo em casa. A psicologa Dra. Sarah recomenda que ela comece a filmar pequenos acontecimentos do dia a dia e faça entrevista com pessoas desconhecidas a fim de tirar a garota da sua zona de conforto.

E é ai que Linus entra na história. O garoto que vive jogando com o irmão de Audrey resolve ajudar e começa a conversar com a garota através de bilhetinhos, mensagens e contato de pé até conseguir fazer Audrey sair de casa e conversar com outras pessoas.


Depois disso Audrey começa a ver que conversar com pessoas diferentes não é tão ruim assim. Ir ao Starbucks sozinha não é coisa de outro mundo e que dá sim para viver sem se esconder atrás de um óculos escuro. Decidida a passar por cima da doença, Audrey sabe que será difícil mas está decidida a ultrapassar seus limites.


Esse foi mais um livro 5 estrelas da Sophie Kinsella e é um dos mais especiais que eu já li. À procura de Audrey é um livro que fala muito sobre relacionamento familiar e vocês vão ver que Audrey tem uma família completamente louca. Todos os personagens foram muito bem criados e eu senti um carinho especial por todos eles. 

O irmão mais velho Frank é completamente viciado em jogos online e se deixar o garoto passa mais de 10 horas jogando. O pai tem uma banda de Rock mas nem a família conhece as músicas. Félix de apenas 4 anos conseguiu tirar boas gargalhada de mim e como não podia faltar, a mãe de Audrey é quem mais rouba a cena. Sabe essas mães loucas que surtam por tudo? Então, ela é exatamente assim.


Sophie Kinsella conseguiu conduzir bem a história e apesar dos problemas de Audrey, o livro é super leve. Você vai se divertir muito lendo esse livro e garanto que vai rolar muita risada e um quentinho no coração quando terminar essa leitura. Só lembrando que a autora estará na Bienal do Rio para autografar o livro então corre para ler e conhecer a autora. ♥

Acompanhe também no:


  1. Oi Beatriz!

    Confesso que não sou fã da Sophie Kinsella justamente por todos (ou quase todos) os seus livros serem chick-lits. Nunca consegui me conectar muito com o tema, não sei o porquê. Apesar de ser um YA, A Procura de Audrey me parece ter uma pegada chick-lit também, só que fiquei com muita vontade de ler. Gosto de livros que trazem a depressão como tema.

    Beijo!
    http://www.roendolivros.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério? Eu amo esse gênero mas ultimamente tenho lido pouco. Ele tem essa coisa do chick lit mesmo mas como é uma YA não é tanto. :D

      Excluir
  2. Muito amor, né? O que mais curti é ela conseguir misturar assunto sério e a comédia do irmão com a mãe. Fico tudo tão leve e natural! <3 Podia ser com qualquer família, é fácil se identificar! Amei mesmo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O irmão e a mãe são as melhores pessoas, haha. Sim! Foi um livro incrível e eu amei muito. <3

      Excluir
  3. Mais um livro que eu não conhecia e agora estou super curiosa para ler hahaha A premissa da história me pareceu bem interessante e apesar de se tratar de um assunto mais pesado, como depressão e ansiedade, parece que a autora conseguiu retratar isso de forma bem suave! Costumo me identificar com livros assim hahaha!

    PS: Te indiquei numa tag lá no blog. Não sei se você costuma fazer esse tipo de post, mas fica o convite! Beijos! :)

    http://colorindonuvens.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Yay! Vi lá e vou responder sim. Obrigada por me indicar. :D

      Excluir
  4. Agora eu preciso ler esse livro. Eu já tinha visto fotos e visto o pessoal falando, mas nunca tinha lido uma resenha sobre e agora nossa preciso dele para amanhã (aquela pessoa que tem um monte de livros para ler em casa e já quer comprar outro)
    Adorei o post *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHAHAHA duas! Tô cheia de livros para ler a lista cresce todo dia. :x

      Excluir
  5. Que livro lindo, me interessei por por ele. Já entrou para minha lista *-*

    ResponderExcluir
  6. Admito que nunca li nenhum livro dela, mas já ouvi falar muito e agora parei pra ler a resenha , eee tô desejando já <3, gosto de livros que trazem assuntos polêmicos! e Ah seu blog é muito fofo *--*
    Beijos
    http://sushibaiano.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Preciso ler mais livros dela! Eu li essa resenha no blog da Mel e fiquei tentada com a história..
    Fiquei com medo da história ser pesada, afinal olha o assunto, mas como você disse que a autora conseguiu passar leveza na leitura fiquei com mais vontade ainda.. Irei procurá-lo

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Amei, amei, amei! Esse livro parece ser muito fofo e eu já estou louca para ler!
    E que fotos maravilhosas que você tirou, lindas!
    Ô Bea, por que você não coloca um gadget de seguidores aqui do lado? Tô doida pra acompanhar suas atualizações mulher!

    Beijão,
    www.naestradadafantasia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Yay, que bom que gostou Marina! :D

      Então, a única coisa que eu tenho para os leitores seguirem o blog é a página no facebook mesmo. hahaha :x

      Beijo!

      Excluir
  9. Esse livro é um amorzinho mesmo. Preciso desse livro para minha alegria <3 Amei a fotos, o livro é aquele post-it de ursinho estão um amorzinho. beijos coração.

    http://joicyrecco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Joicy! Na verdade é um caderninho que eu nunca tive coragem de usar, haha.

      Beijos!

      Excluir