13 julho 2015

Trem-bala - Martha Medeiros


Trem-bala foi escrito por Martha Medeiros, publicado pela L&PM Pocket e possui 260 páginas.
Relembrando uma história: tem livro que a gente lê, depois bate uma vontade de ler de novo... Esse foi o tema de julho do projeto jornada literária e o livro escolhido foi o trem-bala.
Bom, eu não sou muito de ler um livro duas vezes mas como esse era o tema do projeto eu resolvi ler o trem-bala que foi um dos primeiros livros que eu li e que contribuiu para eu ser a leitora que sou hoje.

O livro trás um compilado de crônicas sobre diversos assuntos como: relacionamento, política, comportamento, livros, feminismo, mulheres e etc. E é muito interessante a forma como Martha Medeiros escreve. Ela vai direto ao assunto, não floreia e tem uma escrita fácil onde qualquer um consegue entender.


Os textos que eu mais gosto da Martha são aqueles que vem junto de alguma crítica e o Trem-bala está cheio de crônicas assim. A autora fala sobre o que é ser um ser humano, ou ser uma mulher nos dias de hoje (embora os textos já sejam bastantes antigos), sobre relacionamentos fracassados, beijos e outras coisas mais.


Como as crônicas são todas curtinhas e sem uma ordem especifica a leitura do livro é bastante rápida e prazerosa. É aquele livro para ler em uma tacada só ou um pouquinho a cada dia.

Já fazia um bom tempo que eu não lia nada da Martha Medeiros e foi muito legal poder voltar naquele livro que foi um dos primeiros que eu li ainda na escola. Vou aproveitar e pegar os outros livros não lidos da autora e me aventurar por esse mundo de crônicas. :)

Acompanhe também no:

Facebook ♥ Twitter ♥ Instagram 
  1. Conheço a autora, mas ainda não li esse livro... parece bem interessante.
    As fotos estão lindas!
    SUA ESTANTE
    Gatita&Cia.

    ResponderExcluir
  2. Acredita que ontem eu quase comprei esse livro? rs
    Tem uma livraria aqui com vários livros dessa editora e cheguei a pegar esse título na mão, mas resolvi comprar um clássico... Semana que vem acho que volto lá e compro este, rs.

    literarizei.blogspot.com

    ResponderExcluir