Pin It button on image hover
05 novembro 2014

Eu li: Um caso perdido - Colleen Hoover


Um caso perdido foi escrito por Coleen Hoover, publicado pela Galera Record e possui 384 páginas.

Um caso perdido é o primeiro livro da série Hopeless e nele conhecemos a história de Sky. Sky é uma adolescente prestes há fazer 18 anos e que nunca conseguiu sentir nada pelos garotos com quem ficava. Ela cataloga os garotos por sabor de sorvete. Uns são baunilha, outros mais ousados, mas nenhum realmente faz com que ela se empolgue.

Sky sempre foi educada em casa e sem tecnologia mas como esse é seu último ano no colégio ela quer que seja em uma escola pública. Sua amiga Six a convence de que vai ser legal e convence também a mãe Sky de que vai ser bom para ela e que a escola não tem nada demais. Six parte para um intercâmbio na Itália e mesmo sem a amiga Sky resolve encarar a escola. 

Tudo estava indo bem (nem tanto) até que Holder aparece na vida de Sky e muda tudo.


Um caso perdido foi aquele livro que eu tive uma relação de amor e ódio. O começo do livro para mim foi muito devagar e repetitivo. Sky e Holder são um casal muito intenso e cada um deles tem uma personalidade muito forte. Então sempre havia brigas, mas num outro momento eles estavam se agarrando. Foi assim durante um bom tempo no começo do livro, mas depois disso muita coisa começa a acontecer e é impossível largar o livro.

O livro é cheio de detalhes e pistas que você não liga muito quando lê, mas quando tudo começa a se juntar e fazer sentido você fala: uau, não tinha pensado nisso! Toda a história de um caso perdido está voltada para uma verdade que Sky não sabe sobre si. É um livro sobre amor, busca, perdão e sobre o poder da verdade.

O amor deles a primeira vista parecia ser clichê, mas depois você acaba percebendo que o amor deles é muito maior e diferente do que qualquer coisa. Pelo menos dos livros que eu já li nunca vi um romance que fosse desse jeito. As verdades sobre a vida Sky são perturbadoras e os assuntos para mim foram pesados demais apesar de já perceber ao longo da história o que poderia ser. Sempre que havia uma nova descoberta eu precisava de uma pausa de capítulo. 


Mas ao mesmo tempo em que o livro é forte, a autora soube medir isso e colocar um pouco de humor no meio. Six sempre tem aquelas falas que arrancam uma risadinha. Beckin, o amigo mórmon de Sky também tem essa coisa de fazer as coisas ficarem mais suaves e tem Holder e suas mensagens que faz tudo ficar mais interessante. 

Apesar de ter amado o livro e gostado muito da autora, teve alguns pontos que eu não gostei no livro como o começo ser muito devagar e o final acabar ficando um pouco corrido, e a facilidade como tudo era resolvido. Basicamente tudo se resolvia com um beijo e eu não consegui aceitar isso muito bem. Holder era muito maduro para um garoto de 18 e fico me perguntando como Karen, mãe de Sky, nunca percebeu que toda noite um menino diferente entrava no quarto de sua filha.

As verdades sobre a vida de Sky foram soltas uma atrás da outra e muito rapidamente. Eu sempre fazia uma pausa para digerir tudo o que foi contado e a personagem sempre entrava no desespero, porém isso era resolvido com facilidade. Também achei que o tanto de tragédia e coincidência foram demais. Mas ai é só uma opinião pessoal minha e não um defeito do livro. 


Para concluir, apesar de não ter gostado de alguns pontos no livro eu achei o livro demais. Foi o primeiro NA que eu li e eu gostei muito. Gostei muito da escrita da autora e dos personagens criados. Achei fantástico o significado das coisas, por exemplo, a tatuagem de Holder o significado dela foram tipo "uau". E o assunto apesar de ter sido um pouco pesado também foi uma nova experiência para mim, já que eu não tinha lido nada sobre.

Estou doida para sair os últimos dois livros da série, pelo que eu vi um livro será narrado por Holder (espero que não seja a mesma história pelo ponto de vista dele e sim algo diferente) e o último por Sky. Também quero ler Métrica e Pausa que são da mesma autora e super indico Um caso perdido. Vale lembrar que a indicação do livro é para maiores de 16 anos. ;)

Acompanhe também no:


Facebook ♥ Twitter ♥ Instagram 

  1. Oi, Beatriz! Menina, só hoje vi que você voltou... Sempre passava aqui e dava de cara com uma postagem do ano passado! Rs...
    Sobre o livro, adoro quando tem isso de lermos, não darmos importância pra certos acontecimentos e depois ver que tudo se encaixa.

    Beijos, Entre Aspas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carla! Eu lembro que você sempre passava por aqui mesmo. Pois é, agora eu estou de volta! \o/ HAHAAH

      Beijos!

      Excluir
  2. Oi Beatriz,
    eu gamei o livro, rsrs. Com certeza ele está entre as melhores leituras desse ano, e posso te adiantar que tanto "Métrica" quanto "Pausa" são ótimos, talvez mais emocionantes que esse, mas também apaixonantes. Foi por eles que conheci a Colleen Hoover, e há me tornei fã dela.
    Também achei que no final tudo ficou meio corrido, e, se fosse para seguir no mesmo ritmo que o começo, o livro deveria ter pelo menos mais 100 páginas. Como sou fã de romances clichês, adorei o namoro de Sky e Holder, e acho muito fofo ele ter ficado do lado dela nos momentos mais críticos.
    Enfim, o livro é lindo, e eu gostei muito da sua resenha. Adorei as fotos ;)
    Bjos!

    http://seiqueeusei.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gamei o livro, hahahaha.

      Verdade! Acho que o livro ia ficar gigante se fosse mais detalhado. Mas é bom que tem mais dois livros da série então vai ter muito Sky e Holder juntos (espero).

      Muito obrigada, fico feliz que tenha gostado!
      Beijos!

      Excluir
  3. aah já fiz resenha desse livro no blog e fiquei completamente apaixonada por ele *o*
    acho que daria um ótimo filme


    beijos

    Talita
    www.cerejarocks.com

    ResponderExcluir