27 julho 2016

Livros que eu quero comprar na bienal de São Paulo

A bienal do livro de São Paulo está chegando e sempre que tem bienal eu fico muito ansiosa planejando o que eu vou querer fazer, os estandes que eu quero passar e os autores que eu quero conhecer, mas o principal mesmo é conseguir comprar os livros desejados. Sair de lá com uma sacolinha e encontrar aquela promoção irresistível.

Confesso que eu ando meio desanimada com os preços da bienal e muitas vezes o livro lá está bem mais caro que o submarino, por exemplo, então tenho uma listinha pequena de livros que eu quero encontrar por lá. Ou no submarino também, já que antes ou depois da bienal eles sempre fazem alguma daquelas promoções bombásticas.


1- O último adeus é uns dos mais recentes lançamentos da Darkside e tem como tema principal o suicídio e depressão. Como eu amo livros com temas pesados ele está no topo da minha lista e se eu comprar só ele já vou ficar muito feliz, haha.

2- Mentira Perfeita também é o último lançamento da Carina Rissi e eu vi tanta gente falando bem que deu vontade de ler. Eu vi que ele é um spin-off de "procura-se um marido" mas que dá para ler esse antes sem problema então está ai na lista. 

3- As coisas mais legais do mundo é o primeiro livro da Karol Pinheiro e eu acompanhei ela enquanto escrevia o livro, fazia a capa e tô bem ansiosa para ter ele na minha estante. Não sou muito fã de livros de blogueiras mas como esse foi ela mesmo que escreveu eu estou ansiosa.

4- Six of Crows acho que esse é o livro que eu mais quero depois de o último adeus. Todo mundo fala muito bem dessa autora e quem já leu esse livro fala super bem. Não sei se já foi lançado mas com certeza é uma das grandes apostas da editora para a bienal.

5- O que falar de Rainbow Rowell? Ansiosíssima por Carry on. <3

6- E por último, em algum lugar nas estrelas que está numa edição maravilhosa. É aquele famoso livro que a gente quer só pela capa, haha, Mas já vi comentários maravilhosos sobre ele.

E vocês, o que querem comprar na bienal? :)

Acompanhe também nas redes sociais:

Facebook ♥ Twitter ♥ Instagram ♥ Skoob 
21 julho 2016

Silêncio - Richelle Mead


Silêncio foi escrito pela Richelle Mead, publicado pela Galera Record e possui 280 páginas.

Fei mora em um povoado onde todos são surdos e quem trabalha nas minas começou a perder a visão. Nesse povoado há um divisão social onde os artesãos pintam telas com notícias sobre o povoado no geral e quem trabalha nas minas tem de extrair o máximo de minério possível para garantir o sustento de todos. 

Li Wei que é uma paixão antiga de Fei e um dos mineradores mais fortes do povoado decide descer a encosta a fim de chegar na parte de baixo que é de onde vem os pacotes com "ração" para o sustento dos moradores na intenção de uma possível negociação, já que a comida está cada vez mais escassa. 

Fei decide ir junto com ele porque diferente de todos, ela começou a escutar e pode auxiliar Li durante a descida ou quando houver algum desmoronamento de pedras.


Richelle Mead é conhecida por seus livros Academia de Vampiros e Laços de sangue (ambos de vampiros, dãã) mas nesse a gente vai ver muita aventura, romance e mitologia chinesa. E se eu já gostava da escrita dela antes, acho que nesse eu realmente me encantei.

Silêncio é aquele tipo de livro que te prende do começo ao fim e a todo momento eu estava ali torcendo pelo casal, torcendo por uma igualdade no povoado e muito curiosa para saber o que eles encontrariam descendo a encosta. E quando eles descem e a gente fica sabendo o que eles encontram por lá a vontade de saber como vai terminar a história só aumenta. 


O único ponto chato da história foi que o final acabou ficando perfeito demais e achei bastante corrido também. Faltavam poucas folhas para acabar a história e eu ficava me perguntando se ia dar tempo de concluir ou se ia ficar para outro livro. Mas esse é um volume único e tudo se resolveu. Se eu recomendo? Sim, sim e sim! 

Acompanhe também nas redes sociais:

Facebook ♥ Twitter ♥ Instagram ♥ Skoob 
19 julho 2016

Cherry Blossom

Da série: fotos do parque que não acabam mais. Sim, no dia que eu fui fazer o picnic no parque eu aproveitei para tirar fotos da cerejeiras que estavam por lá e gostei tanto delas que acabou virando post aqui no blog.

Ano passado eu fui no meu primeiro festival de cerejeiras e amei! Esse ano eu quero ir de novo, já que é pertinho de casa, mas enquanto o dia não chega aproveitei para ir no Ibirapuera e fotografar as cerejeiras que já saíram por lá. 








Como o dia estava bastante ensolarado deu para tirar fotos clarinhas do jeito que eu gosto e mesmo sendo com o celular eu achei que ficou legal. Agora estou ansiosa para o festival no Parque do Carmo e quem sabe não rola outro post com cerejeiras por aqui, né? :P

Acompanhe também nas redes sociais:

Facebook ♥ Twitter ♥ Instagram ♥ Skoob